FAQS

• Que critérios devo usar para selecionar as turmas/escolas que vão fazer o Kids Dive?

Este projeto pretende chegar a todos, independentemente do local onde estão e do estrato social a que pertencem. Este é um projeto de literacia dos Oceanos, que alerta para questões de cidadania e todos os intervenientes numa sociedade que se quer mais participativa deveriam poder experimentá-lo.

Existem vários critérios que podem ser usados de acordo com os objetivos de cada entidade promotora:

  • Realizar um concurso entre escolas/turmas para oferecer este prémio ao melhor trabalho relacionado com literacia/proteção dos Oceanos. Convidem os responsáveis deste projeto para fazer parte do júri do concurso;
  • Optar por oferecer este programa a escolas carenciadas da região, visto que estes alunos dificilmente terão acesso a este tipo de programas pelos seus próprios meios;
  • Premiar um/a professor/a ou escola particularmente ativos em questões ambientais, permitindo-lhe escolher as turmas que considera que iriam tirar mais rendimento de um programa educativo do tipo do Kids Dive

Estas são algumas idéias de partida mas haverá muitos outros critérios que podem ser usados. Lembre-se sempre que pretendemos continuar a implementar este programa por muitos anos, pelo que quem não vier este ano vem no próximo…!

• Qual o local da realização deste projeto em cada dia de atividades?

Este projeto pretende chegar a todo o território nacional e, por essa razão, toda a equipa (aproximadamente 10 pessoas e respetiva logística para mergulhos e workshops) está preparada para se deslocar a qualquer local. Mas há dias de atividades que, pelas suas características, não é possível deslocar.

O dia 1 de atividades pode ser realizado em qualquer região numa piscina municipal a selecionar pela entidade promotora; o dia 2 tem que ser realizado no Coliseu em Lisboa e o dia 3 envolve uma visita uma área marinha costeira, preferencialmente a Área Marinha Protegida das Avencas (AMPA) na Parede/Cascais.

• As atividades propostas são para realizar em dias completos (manhã e tarde)?

O dia 1 de atividades (2 workshops + mergulho em piscina com atividades educativas) é um dia completo de atividades;

O dia 2 de atividades (dia National Geographic) pode ser um dia completo (todos os convidados internacionais) ou apenas metade de um dia (programa para escolas), podendo a entidade promotora optar por uma das alternativas;

O dia 3 de atividades (visita a uma área marinha costeira na companhia de investigadores em Biologia Marinha) envolve apenas uma manhã.

Nota: existem outras possibilidades que até podem envolver dias adicionais de atividades pelo que sugerimos o agendamento de uma eunião com os responsáveis do Kids Dive.

• Qual a limitação de grupos para uma entidade participante?

Serão 12 edições/ano para grupos com um máximo de 60 alunos/grupo. A nossa proposta base é de 60 alunos/entidade promotora mas não existem limitações por entidade pelo que uma poderá solicitar o agendamento de diversos grupos.

• Este projeto educativo implica custos para as entidades participantes (normalmente Autarquias e Escolas)?

Acreditarmos que as vantagens deste projeto educativo superam largamente os custos. Só no dia 1 de atividades, o Kids Dive envolve a deslocação de uma equipa com cerca de 10 pessoas, entre instrutores com equipamento de mergulho apropriado, monitores e investigadores do MARE-ISPA, Oceanário e Jardim Zoológico com a logística para os workshops e, finalmente, responsáveis pelo mini-documentário em vídeo.

Assim, existe uma verba a cobrar mas ela é reduzida ao preço de custo sem que existam intenções de realizar qualquer tipo de lucro com este projeto educativo. Este custo depende das opções consideradas fundamentais para os objetivos que cada promotor pretenda cumprir, pelo que sugerimos o agendamento de uma reunião para o esclarecimento de todas as dúvidas.

• Porque é que é importante promover este e outros projetos relacionados com a literacia dos Oceanos?
  • Porque “Portugal é Mar”, ou pelo menos as próximas gerações irão habituar-se a vê-lo assim, visto que corresponde a 97% do território nacional, sendo previsível que cada vez mais profissões venham a estar relacionadas com o mar;
  • Porque enquanto não compreendermos melhor as consequências das pressões que colocamos sobre a sustentabilidade do meio marinho não poderemos deixar um planeta melhor do que aquele que encontrámos às gerações vindouras;
  • Porque mesmo vivendo em terra e não tendo profissões ligadas ao mar não somos imunes às consequências das pressões impostas no meio marinho, nomeadamente às alterações climáticas e a perda de biodiversidade;
  • Porque sem afastarmos o véu representado pela superfície da água e literalmente mergulharmos no meio subaquático não compreendemos verdadeiramente como funciona e o que representa, por vezes mesmo à porta das nossas casas. Por outras palavras, é muito difícil fascinarmo-nos e protegermos ativamente algo que não conhecemos;
  • Porque as consequências de continuarmos a ter gerações de cidadãos desinteressados do conhecimento científico e alienados do saber e do potencial que advém do património mundial que é o Mar, são demasiado assustadoras para serem sequer concebíveis.
• O que é que não está contemplado nos custos gerais apresentados?

O aluguer da piscina, o transporte dos participantes e eventuais refeições durante as atividades.

• Faz sentido calcular o custo por aluno neste programa?

Não. Embora esses custos por aluno sejam disponibilizados pelos responsáveis do Kids-Dive, este é um programa de custo fixo. Quer isto dizer que o custo total é o mesmo independentemente do número de participantes. A razão para isto é simples: os recursos humanos (investigadores, monitores e instrutores) bem como a logística a deslocar é a mesma sejam 60 alunos ou menos. A razão para dimensionar este projeto para 60 participantes é a necessidade prática para muitas escolas de acomodar 2 turmas numa atividade extra-curricular.

• Quantos dias de atividade estão contemplados nesta proposta educativa?

Estão previstos um mínimo de 2 dias e um máximo de 5 dias de atividades dependendo dos objetivos da entidade promotora e das condições disponíveis. Para além dos 3 dias previstos no programa base, um dos responsáveis do Kids-Dive pode visitar a escola e explicar todo o programa aos intervenientes antes mesmo de se iniciarem as atividades. Depois deste programa, em condições excepcionais, poderá ainda haver espaço para mais um dia de atividades mas esse é um assunto que tem que ser previamente acordado com a organização do Kids-Dive.

Por outro lado, como os custos de transporte dos intervenientes e de aluguer de piscina são da responsabilidade da entidade promotora, esta poderá optar por restringir os mesmos ao dia de maior atividade (workshops e mergulho em piscina), abdicando da participação nos dias subsequentes.

• Quais são os riscos do Kids-Dive para as crianças?

O mergulho em si é uma atividade que passou a estar ao alcance de todos há décadas. Existem normas internacionais que são cumpridas por este programa, chegando mesmo a ser ultrapassadas, como é o caso de fazermos questão de manter um rácio 1 instrutor/1 aluno. O mergulho em si não ultrapassa uma profundidade de 2m e as atividades subaquáticas dependem do à vontade que o aluno demonstra dentro de água. A escola de mergulho que implementa esta atividade tem todas as certificações e seguros necessários, tem uma vasta experiência em programas que envolvem crianças e possui o equipamento apropriado para as mesmas. De todas as atividades programadas o mergulho é seguramente uma das exigem mais cautelas mas se dúvidas persistirem os pais são muito bem vindos para assistir a todo o programa e para conversarem com os responsáveis.

Scroll Up